Federação Catarinense de Motociclismo

Catarinenses conseguem bons resultados
em etapa do Brasileiro de Motocross
Texto e fotos: Divulgação - CBM

No último final de semana (16 e 17), mais de 18 mil pessoas acompanharam a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Morrinhos, Goiás.

Na principal categoria do campeonato, a MX1, o piloto Carlos Campano (Geração Motos) alcançou a primeira posição, seguido do equatroriano Jetro Salazar (Escuderia X). Campano subiu no lugar mais alto do pódio após vencer a primeira bateria e ficar em terceiro na segunda. Com o resultado, o piloto segue líder na classificação geral com 162 pontos, cinco a mais que o equatoriano Salazar, que ficou em segundo nesta etapa.


Carlos Campano

 

Na primeira bateria, Jean Ramos largou na ponta, seguido de Campano, Hector Assunção e  Salazar. Campano apertou o ritmo e ultrapassou Ramos e a sequência da prova não teve muita mudança, pois seguiram Assunção, Marcelo Lima e Salazar alternando posições algumas vezes. Salazar levou a melhor entre eles e assumiu a terceira posição, mantendo-se nela por algumas voltas. Assim, o equatoriano começou a pressionar Ramos e aos 26 minutos conseguiu assumir a segunda posição.

Na segunda bateria houve uma grande mudança. Paulo Alberto largou na frente, seguido de Salazar, Ramos, Marcelo Lima, Lucas Dunka, Campano, Assunção, Eduardo Lima e Thales Vilardi. Nas primeiras voltas Ramos sofreu uma queda, recebeu atendimento médico e voltou para a prova. Enquanto isso, Campano foi buscando e conquistou a terceira posição, seguido de Assunção, Marcelo e Eduardo. A prova seguiu neste ritmo sem muitas ultrapassagens até o fim. Ramos que sofreu uma queda no começo, voltou em último e terminou em décimo.

A categoria MX3, teve o catarinense Erivelton Nicoladeli, com a melhor colocação na etapa. O piloto que chegou a etapa em terceiro, não fez uma boa largada e em uma prova de recuperação, terminou em quinto. Assim é o segundo colocado na MX3 na competição. 


Pódio MX1

 

Na 65cc, o líder do brasileiro Rafael Becker largou na frente, seguido do goiano Alexandre Galdino. Logo Henrique Henicka acelerou e assumiu a segunda posição e foi para cima de Becker. Galdino que estava em terceiro sofreu uma queda e enquanto isso o duelo entre Becker e Henicka foi aumentando, até que Henicka conseguiu ultrapassar o líder do campeonato e abriu vantagem. Guilherme Bresolin que vinha atrás foi conquistando posições e passou Becker. Outro catarinense que subiu ao pódio foi Raul Miranda

Nos últimos minutos de prova Henicka sofreu uma queda e perdeu posições e voltou para a terceira posição. Assim, Bresolin assumiu a ponta e Otávio Pedro da Silva, o segundo lugar. Mas Henicka não perdeu tempo, acelerou e já ultrapassou Otávio. Becker terminou em quarto lugar, mas assim mesmo manteve a liderança 65cc.


Pódio MX3

 

Confira abaixo a classificação geral do campeonato, nas categorias dos catarinenses participantes:

65cc

1º Rafael Becker – 63 pontos

2º Gabriel Mielke – 59 pontos

5º Raul Miranda - 41 pontos

MX1

1º Carlos Campano – 162 pontos

2º Jetro Salazar – 157 pontos

5º Jean Ramos – 110 pontos

MX3

1º Willian Guimarães – 100 pontos

2º Erivelto Nicoladelli – 64 pontos

MX4

1º Willan Guimarães – 72 pontos

2º Milton Becker – 69 pontos

3º Erivelto Nicoladelli – 56 pontos

MX5

1º Milton Becker – 75 pontos

2º Dario Junior – 62 pontos 


Pódio 65cc

 

O resultado completo pode ser acessado aqui. 

A classificação do campeonato pode ser visto aqui.

A próxima etapa do Brasileiro de Motocross acontece no dia 29 de outubro em Tupaciguara, Uberlândia. 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.