Federação Catarinense de Motociclismo

Marcado pelo alto nível dos pilotos Catarinense
de Velocross chega ao fim
Texto: Bruna Wagner - Assessoria FCM - Fotos: Racecross.com

 

Um grande campeonato teve sua última etapa realizada neste final de semana. O Catarinense de Velocross teve em 2017 uma grande participação de pilotos, o que contribuiu muito para o enriquecimento da categoria também em nível nacional. As oito etapas realizadas mostraram a excelência e o preparo dos pilotos, que buscavam em cada prova superar desafios e alcançar melhores resultados.

Além da realização da última etapa do estadual, também aconteceu a abertura do Sul Brasileiro de Velocross, no autódromo de Mafra. Mesmo com a chuva presente no sábado (30), os pilotos conseguiram realizar os treinos livres e no domingo (01), já com tempo seco, as baterias foram realizadas, apresentando a cada prova o campeão de cada uma das 15 categorias do Velocross estadual.

Para Jair Costa, diretor de Velocross da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e presidente da Federação Gaúcha de Motociclismo (FGM), o Sul do país representa o melhor da categoria. “Nos últimos 10 anos consecutivos, os vencedores do Brasileiro de Velocross são da região Sul. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul representam o melhor do Velocross, e são a força da categoria a nível nacional e isso é mérito de todos os pilotos que participam dos campeonatos”, expressa.

Segundo o presidente da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM), Marisérgio Kons, a instituição se sente muito honrada com a realização do Catarinense de Velocross, principalmente pelo grande grid de pilotos que participaram em 2017. “A FCM com toda sua equipe sempre foi muito comprometida em engrandecer o Velocross, assim como resolver todas as dificuldades dos pilotos na categoria. Fazer parte deste movimento nos dá bastante orgulho. Quero parabenizar essa equipe que lutou e trabalhou muito para que fosse um campeonato de alto nível”, ressalta.

Kons acredita que Santa Catarina está no caminho certo com a realização do campeonato. “Conseguimos fechar o ano com oito etapas bem disputadas, tanto que a definição do campeonato ficou para a última etapa junto a primeira prova do Sul Brasileiro, o que foi um grande feito para Santa Catarina, ao realizar a abertura deste campeonato. Para o ano que vem, esperamos muito do Catarinense e de nossos pilotos para o nacional, assim como foi em 2017. A região Sul sempre foi muito forte, e principalmente Santa Catarina vem levando os pilotos aos lugares mais altos do pódio nas etapas nacionais. Nosso objetivo é trabalhar com honestidade, sempre cumprindo com nossas origações e bem atendendo aos pilotos”, conta.

Os campeões estaduais de 2017 foram Lucas Gadotti (VX1 e VX2), Leandro Lemos (VX3), Braz dos Santos (VX4), Darlan Milverstet (Intermediária Especial), Edinilson Batista (Força Livre Nacional), Jean Grosskopf (Nacional 230cc Pró), Alex Pains (VX3 Nacional), Itamar Bourscheidt (VX4 Nacional), Juliano Hans (Intermediária Nacional), Maicon Kraemer (Nacional 230cc Standard), Anthonny Gervasio (Junior), Gabriel Mielke (65cc), Eduardo Dalpra (Mini Motos) e Luan de Paula (Nacional 160cc).


Darlan Milverstet

 

Na Intermediária Especial, Darlan Milverstet e Bruno Hodecker estavam empatados na pontuação na sétima etapa, e na prova realizada em Mafra, Milverstet ficou com a segunda colocação e assim ganhou o campeonato na categoria. O campeão da bateria foi Caue da Silva e na terceira posição ficou Hodecker, vice-campeão estadual.


Lucas Gadotti

 

Na VX1 e VX2, o campeão foi Lucas Gadotti, que fez um excelente campeonato. Na categoria VX1, mesmo ficando com a sétima posição, com a boa pontuação adquirida, conquistou o primeiro lugar geral. Na prova da VX2, o piloto ficou na segunda posição.


Anthonny Gervasio

 

Ao longo do ano, Anthonny Gervasio, Pedro Todt e Carlos Gervasi  foram destaque na Junior, realizando boas provas e alternando posições na classificação geral. Na prova de domingo, Gervasio foi campeão, Todt o terceiro colocado e Gervasi o quinto. O grande campeão da categoria foi Gervasio, o vice-campeão Todt e o terceiro Gervasi. Um grande pódio formado, em uma categoria muito disputada durante as oito etapas.


Gabriel Mielke

 

Gabriel Mielke ficou a apenas um ponto de conquistar o título por antecipação, na 65cc na sétima etapa. Mas, no final de semana se consagrou campeão da categoria, conquistando a primeira posição na prova. Seus companheiros de pódio durante o ano, José da Silva e Vinicius Boing ficaram em terceiro e oitavo colocados na bateria, e vice-campeão e terceiro na classificação geral, respectivamente.

Confira a classificação final do Catarinense de Velocross:

Categoria VX1

1º) Lucas Agostini Gadotti - 167 pts

2º) Leandro Matos Lemos - 151 pts

3º) Edinilson Batista - 125 pts

Categoria VX2

1º) Lucas Agostini Gadotti - 172 pts

2º) Gilmar Longen Junior - 157 pts

3º) Alison de Souza - 94 pts

Categoria VX3

1º) Leandro Matos Lemos - 175 pts

2º) Fabiano Barg - 154 pts

3º) Braz dos Santos - 140 pts

Categoria VX4

1º) Braz dos Santos - 175 pts

2º) Cleonisio Luis Hessmann - 144 pts

3º) Mirko André dos Santos - 111 pts

Categoria Intermediária Especial

1º) Darlan Milverstet - 161 pts

2º) Bruno Felipe Hodecker - 158 pts

3º) Rafael Antunes de Paula - 111 pts

Categoria Força Livre Nacional

1º) Edinilson Batista - 162 pts

2º) Leonardo Berkenbrock - 133 pts

3º) Jackson Henning Carniel - 109 pts

Categoria Nacional 230cc 4T PRÓ

1º) Jean Andrey Grosskopf - 148 pts

2º) Gean Telmo Pompeu da Silva - 130 pts

3º) Maicon Júnior Kraemer - 129 pts

Categoria VX3 Nacional

1º) Alex Pena Pains - 164 pts

2º) Denis Steve Hilmers Bittencourt - 147 pts

3º) Carlos Alberto Schnaider Filho - 128 pts

Categoria VX4 Nacional

1º) Itamar Rodeski Bourscheidt - 145 pts

2º) Moacir Santo Esidio - 135 pts

3º) Juliano Olinger - 107 pts

Categoria Intermediária Nacional

1º) Juliano Jose Hans - 135 pts

2º) Cleber Keil - 128 pts

3º) Fabio Valentini - 123 pts

Categoria Nacional 230cc Standard

1º) Maicon Júnior Kraemer - 172 pts

2º) Alexsandro Teixeira da Silva - 158 pts

3º) Gabriel Arnoldo Menestrina - 140 pts

Categoria Júnior

1º) Anthonny Jose Gervasio - 161 pts

2º) Pedro Henrique Todt - 147 pts

3º) Carlos Augusto Gervasi - 136 pts

Categoria 65cc

1º) Gabriel Vinicius dos Santos Mielke - 175 pts

2º) Jose Victor da Silva - 144 pts

3º) Vinicius Boing - 142 pts

Categoria Mini Motos

1º) Eduardo Dalpra - 158 pts

2º) Davi Greuel Hochapfel - 151 pts

3º) Murilo de Souza - 144 pts

Categoria Nacional 160cc 4T

1º) Luan de Paula - 160 pts

2º) Mikael Volnei Klock - 158 pts

3º) Carlos Gmach Galeguinho - 148 pts

 

A classificação completa pode ser conferida aqui

O Campeonato Catarinense de Velocross tem o patrocínio de Rinaldi, Geração Motos e Blade Energy Drink.

 

Sul Brasileiro

Após a abertura do campenato Sul Brasileiro realizada em Mafra, as próximas etapas serão nos dias 04 e 05 de novembro, no Rio Grande do Sul e nos das 18 e 19 do mesmo mês, no Paraná. 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.