Federação Catarinense de Motociclismo

Dudu Lima vence em Chapecó na quinta
etapa do Riffel Motocross
Texto e fotos: Gerson Coas

Gate cheio na categoria Intermediária

Dudu Lima fez uma bela corrida e venceu a principal categoria

Gabriel Gentil foi o segundo na MX1 e assumiu a liderança da categoria...

Gabriel também venceu de ponta a ponta a MX2

Mesmo se enroscando na largada, Anderson Cidade foi o terceiro na MX2

Leandro Smakovicz é o vice-líder na MX2

Elton Becker e Ademir Todeschini brigaram pela vitória na MX3...

..quem levou a melhor foi Elton que confirmou a vitória e a liderança

A Intermediária teve como vencedor Marcelo Maziero

Luís Felipe Claudino foi o segundo colocado na Intermediária

Ramon França venceu a Nacional e é o líder do campeonato

Eduardo Soares foi o vencedor da Nacional 230cc

O gaúcho Leonardo Lizott venceu a 85cc

Tauan Brenner foi o segundo colocado, mas ainda é o líder da 85cc

Rodrigo Riffel venceu mais uma e permanece invicto no campeonato

Pietro Pimentel e Arthur Todeschini fizeram uma bela disputa na 50cc

Com uma pilotagem impecável o paulista Eduardo Lima venceu de ponta a ponta a classe MX1 na quinta etapa do Riffel Motocross – Campeonato Catarinense, realizada nesse domingo, 23, em Chapecó. Apesar de não brigar diretamente nessa categoria, o resultado deu uma pitada de emoção no campeonato que tem mais três etapas pela frente e 75 pontos em jogo. A final será em São Miguel do Oeste, dia 15 de novembro.

 E como já era esperado a movimentação do público chapecoense nas dependências do Autódromo Internacional começou cedo, e às 11h30min quando foram iniciadas as corridas, milhares de pessoas estavam a postos para acompanhar as disputas. E os quase 140 competidores souberam retribuir a altura tamanho prestigio.

 Com a vitória Eduardo minimizou o prejuízo do seu irmão Marcello “Ratinho” que liderava a classificação da categoria e não participou da etapa por conta de uma fratura no braço esquerdo, ocorrida no início desse mês. “Foi um jogo de equipe mesmo e deu certo. O meu objetivo era vencer a MX1 para o Ratinho não perder tanto e ainda poder pensar no título da temporada”, relatou Eduardo, que nesse ano ficou fora da terceira etapa também por conta de uma lesão, e da mesma forma contou com o apoio do irmão na MX2, sua categoria prioritária.

 Gabriel Gentil ficou em segundo na bateria e com o resultado passou a liderar a categoria com 108 pontos, oito de vantagem para Ratinho. “Ainda foi ótimo. Eu queria vencer, mas como caí na largada não tenho o que reclamar do segundo lugar. Agora lidero o campeonato e vou trabalhar para continuar na frente”, disse.

 Luiz Zimermann que também se envolveu na confusão da largada com Gabriel, perdeu muito tempo para religar o motor da sua moto. Entretanto ele também se recuperou e chegou em terceiro, mesma posição que ocupa na tabela geral, com 86 pontos.

 Pela classe MX2, limitada a motos com 250cc, Gabriel teve mais sorte e venceu liderando desde a largada. Dessa vez os azarados foram Eduardo e Anderson Cidade que se enroscaram na primeira curva. Anderson que fez o primeiro tempo no treino classificatório ainda conseguiu recomeçar rapidamente, enquanto o paulista iniciou a corrida quando o líder já se aproximava para fechar a volta. Com o disco de freio dianteiro avariado ele não conseguiu fazer muito, terminando em 11º.

Anderson, porém, mostrou que realmente estava rápido e terminou em terceiro, atrás de Marcelo Maziero que surpreendeu a todos.

 Na MX3 o local Ademir Todeschini e Elton Becker proporcionaram um pega emocionante. Ademir saiu na frente e suportou durante as cinco primeiras voltas a pressão imposta por Elton, que venceu e ampliou ainda mais a liderança da competição. Todeschini foi o segundo, seguido de Erivelto Nicoladelli.

 Com gate cheio, Marcelo Maziero venceu a classe Intermediária com Luís Felipe Claudino em segundo. Victor Feltz e o líder da categoria, Maicon Kraemer, travaram uma das melhores disputas da tarde valendo a terceira colocação. Dessa vez, melhor para Victor. Maicon Frena completou o pódio com o quinto lugar.

 Na 85cc o gaúcho Leonardo Lizott dominou a categoria durante o final de semana. Nos treinos fez os melhores tempos e na bateria confirmou o favoritismo. O catarinense Tauan Brenner foi o segundo colocado, mantendo a liderança do campeonato. Hallex Dalfovo ficou com a terceira colocação.

 Na 65cc Rodrigo Riffel liderou de ponta a ponta e manteve os 100% de aproveitamento na competição. Eduardo Martelo foi o segundo e Guilherme Zaparoli o terceiro. A 55cc teve a disputa entre o piloto da casa Arthur Todeschini e Pietro Pimentel que superou o adversário na metade da bateria e confirmou mais uma vitória na temporada.

 A quinta etapa do Riffel Motocross – Campeonato Catarinense foi uma realização do Motoclube Chapecó, com o patrocínio da Riffel e apoio da Motoshop e Destak Transportes com a supervisão da Federação Catarinense de Motociclismo – FCM.

Confira o resultado:

Categoria MX1
1º Eduardo F. Lima (29:01.233)
2º Gabriel Gentil – 31.045
3º Luiz H. Zimmermann - 59.058
4º Anderson Cidade - 1:14.717
5º Maicon J. Kraemer - 1:20.851
6º Leandro Smakovicz - 1:21.287
7º Richard Berois - 1 volta
8º Victor Feltz - 1 volta
9º Erivelto Nicoladelli - 1 volta
10º Vanderlei R. da Silva - 1 volta
11º Tiago Hort - 1 volta
12º Rafael da Cruz - 1 volta
13º Fabio Lobo - 2 voltas
14º Claiton Detoni - 2 voltas
15º Leonardo Perozin - 3 voltas

Categoria MX2
1º Gabriel Gentil (29:15.959)
2º Marcelo Maziero - 9.532
3º Anderson Cidade - 56.128
4º Tiago Hort - 1:10.671
5º Leandro Smakovicz - 1:11.061
6º Felipe Mallon - 1:22.226
7º Maicon Frena - 1:27.704
8º Victor Feltz - 1:32.340
9º Pedro P. Reinert - 1 volta
10º Eduardo Kunz - 1 volta
11º Eduardo F. Lima - 1 volta
12º Cássio Lima - 1 volta
13º Carlos E. Coelho - 1 volta
14º Flaviano Tiepo - 2 voltas
15º Fernando Reis - 9 voltas

 Categoria MX3
1º Elton Becker (19:11.708)
2º Ademir Todeschini - 10.869
3º Erivelto Nicoladelli - 14.982
4º Claiton Detoni - 1:19.241
5º Carlos E. Coelho - 1:33.527
6º Anisio Clasen - 1 volta
7º Alexandre de Lima - 1 volta
8º Gustavo Visoto - 1 volta
9º Rogério Schmitt - 1 volta
10º Airton Pimentel - 1 volta
11º Janaina Todeschini - 1 volta
12º Rossandro Sabbi - 1 volta
13º Maiara Basso - 4 voltas

Categoria Intermediária
1º Marcelo Maziero (19:22.495)
2º Luis Claudino – 26.447
3º Victor Feltz - 29.180
4º Maicon Kraemer - 29.802
5º Maicon Frena - 34.774
6º Douglas Finatto - 35.641
7º Samuel Pacheco - 40.768
8º Lucas Basso - 48.896
9º Tauan Brenner - 51.973
10ºEduardo Kunz - 1:12.768
11º Carlos E. Coelho - 1:23.910
12º Luis Zottis - 1:32.547
13ºFernando A. Reis - 1:34.724
14º Fabio Lobo - 1 volta
15º Fernando Fraga - 1 volta

Categoria 85cc
1º Leonardo Lizott (18:52.557)
2º Tauan Brenner - 13.330
3º Hallex Dalfovo - 19.410
4º Gustavo Henn - 22.650
5º Gustavo Roratto - 39.481
6º Gabriel Carbonera - 41.163
7º Venicio Voigt - 42.128
8º Northon Carvalho - 42.620
9º Janaina Todeschini - 1:29.945
10º Mauricio Perozin - 1 volta

Categoria 65cc
1º Rodrigo Riffel (18:28.430)
2º Eduardo Martello - 24.747
3º Guilherme Zaparoli - 26.783
4º Jivago Rigo Filho - 28.285
5º Arthur Todeschini - 1:15.364
6º Leonardo de Souza - 1:42.229
7º Pietro Pimentel - 1 volta
8º Rodrigo Montagna - 1 volta
9º Gustavo Moura - 1 volta
10º Felipe Moraes - 2 voltas
11º Kaue Vieira - 2 voltas
12º Bruno Couto - 2 voltas

 Categoria 55cc
1º Pietro Pimentel (11:16.704)
2º Arthur Todeschini - 1.228
3º Felipe Moraes - 41.116
4º Wagner Oliveira - 42.419
5º Gustavo Moura - 58.875
6º Thiago Brenner - 1:00.507
7º Bernardo Zappellini - 1 volta
8º Nathan Carvalho - 2 voltas

 Categoria Nacional Nacional 230cc
1º Ramon França (19:56.944)
2º Paulo Cezar Perussi - 27.715
3º Eduardo Soares - 29.930
4º José Benetti - 32.093
5º Renato do Prado - 44.726
6º Paulo Schmidt - 45.868
7º Osmar M. Neto - 1:12.175
8º Rafael Todeschini - 1:12.770
9º Carlos Machado - 1:32.730
10º Gustavo Seco - 1:39.732
11º Vicente Koch - 1:40.086
12º Anisio Fagundes - 1:42.761
13º Mauro Pegoraro - 1 volta
14º Fabio Lana - 1 volta
15º Fabiano M. Schier - 1 volta



Confira a classificação extra-oficial:

MX1
1 – Gabirel Gentil – 108 pontos
2 – Marcello F. Lima – 100 pontos
3 – Luiz Henrique Zimmermann – 86 pontos
4 – Leandro Smakovicz – 75 pontos
5 – Richard Berois – 63 pontos

MX2
1 – Gabriel Gentil – 114 pontos
2 – Leandro Smakovicz – 90 pontos
3 – Tiago Hort – 76 pontos
4 – Eduardo F. Lima – 72 pontos
5 – Felipe Malon – 70 pontos

MX3
1 – Elton Becker – 120 pontos
2 – Erivelto Nicoladelli – 90 pontos
3 – Anísio Clasen – 78 pontos
4 – Carlos E. Coelho – 71 pontos
5 – Rogério Schmitt – 62 pontos

Intermediária
1 – Maicon Kraemer – 112 pontos
2 – Victor Feltz – 104 pontos
3 – Maicon Frena – 99 pontos
4 – Luís Felipe Claudino – 82 pontos
5 – Samuel Pacheco – 77 pontos

Nacional
1 – Ramon França – 111 pontos
2 – Fábio Lana – 88 pontos
3 – Fabiano Schier – 62 pontos
4 – Jailson Silva – 58 pontos
5 – Felipe Legarea – 58 pontos

Nacional 230cc
1 – Osmar Mosimann Neto – 112 pontos
2 – Carlos Machado – 104 pontos
3 – Anderson Robl – 67 pontos
4 – Edinilson Batista – 50 pontos
5 – Vicente Koch – 38 pontos

85cc
1 – Tauan Brenner – 119 pontos
2 – Hallex Dalfovo – 106 pontos
3 – Venício Voigt – 101 pontos
4 – Gustavo Henn – 96 pontos
5 – Northon Carvalho – 82 pontos

65cc
1 – Rodrigo Riffel – 125 pontos
2 – Bruno Couto – 81 pontos
3 – Kaue Vieira – 80 pontos
4 – Rodrigo Montagna – 78 pontos
5 – Luciano Oriano Jr. – 66 pontos

55cc
1 – Pietro Pimentel – 122 pontos
2 – Wagner Oliveira – 111 pontos
3 – Thiago Brenner – 92 pontos
4 – Bernardo Zappellini – 76 pontos
5 – Igor Matte Farias – 62 pontos

 

 

 Acesse aqui o resultado completo e todos os detalhes da cronometragem da 5ª etapa do Riffel MX, em Chapecó

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.