Federação Catarinense de Motociclismo

ESPECIAL: Lages acirrou a disputa pelos
títulos do Catarinense de Velocross
Texto: Bárbara Sales - Reportagem FCM - Fotos: Gerson Coas / FCM

O Campeonato Catarinense de Velocross subiu a serra e chegou à cidade de Lages  nos dias 21 e 22 de maio, para as disputas da quarta etapa da competição. Com as arquibancadas da pista do Morro do Prudente lotadas, os pilotos da casa foram os grandes destaques da etapa que começou a definir os rumos do campeonato nesta temporada.


O público lotou as arquibancadas para acompanhar as disputas do estadual

 

Quem estava preocupado com as baixas temperaturas, típicas da cidade serrana, teve como aliado o sol que foi presença constante durante toda a etapa e também as disputas nas 13 categorias que espantaram o frio e esquentaram o público.

As disputas e o campeonato


Leandro Lemos

 

Embalado pela sua torcida o piloto da casa Leandro Lemos largou na frente e venceu a prova da categoria VX1 de ponta a ponta. Pouco mais de três segundos depois chegou Milton Jonatas Hobus. "Foi um resultado excelente. Eu só havia participado de uma das três etapas anteriores. Além disso, ficar em segundo na casa do Leandro, que está numa ótima fase da carreira, não deixa de ser uma vitória", disse Hobus. Luiz Felipe Fietz, André Calegari e Luiz Henrique Zimmermann completaram o pódio.


Milton Jonatas Hobus

 

Com o resultado, Leandro ampliou sua vantagem na liderança da categoria, e soma agora 103 pontos. Com a sétima colocação na prova, o veterano Avacir Chaves assumiu a vice-liderança da categoria, com 77 pontos. Malcon Reinecke, oitavo colocado na prova, completa os três primeiros na classificação da VX1, com 65 pontos. Luis Felipe Fietz e Milton Hobus figuram na quarta e quinta colocação geral, com 61 e 42 pontos, respectivamente.


Avacir Chaves

 


Malcon Reinecke

 

VX2

Quem saiu na frente na disputa pela VX2 foi o gaúcho Eduardo Tessaro. Zimmermann logo assumiu a dianteira, mas na quarta volta Leandro tomou-lhe o posto e segurou a posição até a vitória. Zimmermann foi o segundo colocado, seguido de Tessaro, Hobus e Admilton Farias.


Luiz Henrique Zimmermann #51 e Leandro Lemos #4

 

Lelê permanece na liderança da categoria e com a oitava colocação na etapa, Tiago Krause assume a vice-liderança. Johann Chupel é o terceiro e Osmair Cipriani o quarto colocado. Os dois pilotos estão empatados com 58 pontos cada um. Lipe Fietz completa os cinco primeiros da classificação com 48 pontos.


Tiago André Krause

 

VX3

Como nas três etapas anteriores, Braz dos Santos e Avacir Chaves fizeram uma bela disputa pela vitória na VX3. Braz largou na frente e foi pressionado por Avacir durante toda a prova. Avacir chegou a fazer a ultrapassagem, mas Braz conseguiu recuperar a posição e vencer. Juarez Barbosa, Luzenir Cardoso e Charles Voigt completaram o pódio.


Braz dos Santos #43 e Avacir Chaves #5

 

Com o resultado, Braz toma um fôlego e amplia para oito pontos sua vantagem na liderança da categoria. Avacir segue na vice-liderança, seguido por Juarez, Charles e Gilson Assini.


Juarez Barbosa

 

Força Livre Nacional

A prova da Força Livre Nacional teve disputa entre Lelê e Guilherme Pereira, os dois representando a cidade de Lages. Guilherme saiu na frente, enquanto que Lelê largou na última posição. Na metade da prova Lelê chegou na segunda colocação e foi em busca de Guilherme, pressionado até que conseguiu a ultrapassagem. Guilherme ainda tentou dar o troco, sem sucesso. No final, dobradinha lageana no pódio da Força Livre Nacional, com Lelê em primeiro e Guilherme na segunda colocação. João Batista de Sisti Júnior, Thomaz Ramon Fischer Jahn e Rômulo Sedlacek completaram o pódio.

“É uma etapa diferenciada pra mim, é uma vez por ano que posso andar em casa. Então eu tento me dedicar mais aqui, fazer o meu melhor resultado possível, e graças a Deus eu consegui me sair bem e vencer as três provas que disputei”, comentou Lelê.

 


Lelê

 

Com a vitória, Lelê empata em número de pontos com Guilherme, mas assume a liderança da categoria pelo critério da última vitória. Thomaz Ramon, João Batista e José Augusto Reinert completam os cinco primeiros da categoria.

VX3 Nacional

Antônio Pato Correa confirmou a boa atuação dos treinos, e venceu a VX3 Nacional de ponta a ponta. "A moto deles é mais forte que a minha. Nas retas não tinha jeito. Comecei a forçar nas curvas e em certo momento da prova percebi que tinha que ir para o tudo ou nada. E deu certo mais uma vez", disse Pato que está embalado numa série de vitórias na categoria, inclusive no Sulbrasileiro. Ademar Boettcher foi o segundo colocado seguido de Ademir Kuhnen, Gilson Assini e Marcelo Hamann.


Antonio Pato Correa

 

Ademar segue líder da categoria com 88 pontos. Hamann vem na vice-liderança, seguido por Pato, Gilson Assini e Maysa Pianezer.


Ademar Boettcher

 

Nacional 300cc

Maicon Weidgenant saiu na frente da categoria Nacional 300cc e liderou até a metade da prova, quando sofreu uma queda e o lageano Guilherme Pereira, que vinha pressionando, assumiu a ponta da disputa. Guilherme assumiu a posição e trouxe com ele Wandrey Niels na segunda posição. Os dois disputaram, mas a vitória ficou com o piloto da casa. "É um prestígio poder correr em casa e contar com a presença e a torcida da família e dos amigos. É muito bom vencer em casa", comemorou Pereira.

Edinilson Batista, João Batista de Sisti Júnior e Maicon Weidgenant completaram o pódio.


Guilherme Pereira #637, Maicon Weidgenant #72 e Wandrey Niels #22

 


Guilherme Pereira

 

 Com o resultado, Wandrey permanece na liderança da categoria. Guilherme é o vice-líder com Edinilson, João Batista e Thomaz Ramon completando os cinco primeiros da colocados na categoria.

Nacional 230cc

Wandrey Niels venceu a categoria Nacional 230cc de ponta a ponta. O piloto foi pressionado por Eduardo Leobet, mas conseguiu segurar a posição e vencer. "A prova foi bem boa, consegui largar em primeiro, imprimi um ritmo tranquilo, desviando do molhado e aguentei a pressão do Dudu que estava andando muito bem também, aí foi administrar e conseguir a vitória", resumiu Wandrey.

Edinilson Batista, Maicon Weidgenant e Gilmar Longen Júnior completaram o pódio.


Wandrey Niels #22 e Eduardo Leobet #115

 

Com a vitória, Wandrey diminui para apenas quatro pontos a vantagem do líder da categoria, Eduardo Leobet. Edinilson, Maicon e João Batista fecham os cinco primeiros colocados da categoria.


Wandrey Niels

 

Nacional Estreante

Bruno Tomio e Leonardo Anzolin fizeram uma grande disputa na categoria Nacional Estreante. Bruno largou na frente e permaneceu na frente, sempre pressionado por Anzolin. Nas últimas voltas, a disputa se intensificou e Leonardo conseguiu a ultrapassagem na última volta, para vencer a prova e assumir a liderança da categoria. "Larguei mal, em último, vim recuperando, cheguei atrás do Bruno, vim cansando ele e esperei até a última volta para fazer a ultrapassagem", disse Léo.

Vinicius Rosa, que finalizou a prova na quarta colocação é o vice-líder. Bruno Tomio é o terceiro na classificação, seguido de Luiz Henrique Roling dos Santos e Mateus Bankhardt.


Bruno Tomio #93 e Leonardo Anzolin #11

 


Vinicius Rosa

 

 Nacional 150cc

Eduardo Correia Branco venceu e ampliou sua vantagem na liderança da categoria Nacional 150cc. Gean Carlos da Silva, Marlon Mohr, Handerson Ferreira e Raulino Torrens Neto completam os cinco primeiros na classificação da categoria.


Largada Nacional 150cc

 


Eduardo Correia Branco

 

Estreante Especial


Admilton Farias #878 e Eduardo Leobet #115

 

Admilton Farias largou na frente e venceu de ponta a ponta a prova da categoria Estreante Especial. Admilton sofreu pressão de Eduardo Leobet, que vinha na segunda colocação, durante quase toda a prova. Quase no final da disputa, Leobet foi pro tudo ou nada, mas acabou caindo e voltou para a prova na quarta colocação. Admilton, então, venceu tranqüilo, para ampliar sua vantagem na liderança da categoria. "Larguei bem, mas o Dudu veio pressionando a prova inteira, tentou botar por dentro pra podar, mas não deu muito certo e eu levei a melhor nessa aí", disse Admilton.

Charles Baron, Eduardo Tessaro, Eduardo Leobet e Roger Joenck completaram o pódio da categoria.


Admilton Farias

 


Charles Baron

 

 85cc

Lucas Gadotti venceu mais uma, e aumentou sua vantagem na liderança da 85cc. O piloto, representante da cidade de Rodeio, largou na frente e venceu de ponta a ponta a disputa da 85cc. Sebastião da Silva Júnior foi o segundo, seguido de Mateus Kunz, Roberto Pereira e Amabilly Cardoso.


Lucas Gadotti

 


Sebastião da Silva Júnior

 


Amabilly Cardoso

 

65cc

Mayron da Silva e Igor Matte Farias disputaram a vitória da 65cc. Mayron largou na frente e liderou até quase metade da prova, quando perdeu a posição para Igor. Igor sustentou a ponta até a última volta, quando foi surpreendido por Mayron que retomou a posição e venceu. Igor foi o segundo colocado, seguido de Roberto Pereira, Matheus Fillipy Alexandre e Diego Heining da Silva.

Com a vitória, Mayron amplia a vantagem na liderança da categoria com seis pontos de diferença para o vice-líder, João Alfonso Claudino dos Santos.


Igor Matte Farias #44 e Mayron da Silva #38

 


Roberto Pereira

 

 Mini-motos

Nas mini-motos, quem venceu, mais uma vez, foi Rian Fischer. O piloto da cidade de Brusque venceu a quarta prova na temporada e tem 100% de aproveitamento, garantindo a liderança isolada da categoria. José Ribeiro Martins Júnior, Carlos Augusto Gervasi, Ruan Ribeiro de Castro e Rodrigo Vinicius Niekiforuk completaram o pódio da categoria.


Rian Fischer

 


José Ribeiro Martins Júnior

 


Carlos Augusto Gervasi

A quarta etapa do Campeonato Catarinense de Velocross foi uma realização da Fundação de Esportes e Prefeitura Municipal de Lages com supervisão da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM) e apoio da Destak Transportes.

Confira os resultados completos da etapa.

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.