Federação Catarinense de Motociclismo

Estrangeiros vencem em Canelinha e catarinense
é o melhor entre os brasileiros
Texto: Reportagem FCM - Fotos: Gerson Coas / Reportagem FCM

José Felipe #952 e Anderson Cidade #203


MX1

O piloto José Felipe foi a grande surpresa da etapa de Canelinha. O argentino venceu a bateria da principal categoria do campeonato, desbancando os favoritos Scott Simon e Adam Chatfield. Anderson Cidade repetiu o bom desempenho da categoria MX2 e novamente foi o melhor brasileiro e catarinense da prova, recebendo a quadriculada na segunda colocação. O costa-riquenho Roberto Castro ficou com a terceira posição, seguido por Scott e pelo catarinense Gabriel Gentil.

Resultado:
1) 952 - Jose Felipe - 34:42.890
2) 203 - Anderson Hauptli Cidade - 1.309
3) 191 - Roberto Castro Miranda - 5.115
4) 181 - Scott Bradley Simon - 13.906
5) 29 - Gabriel Bitencourt Gentil - 14.821
6) 292 - Douglas Scartazzini Parise - 20.082
7) 5 - Cristopher Castro - 24.824
8) 338 - Eduardo Ferreira Lima - 26.345
9) 25 - João Paulo Feltz - 1:47.784
10) 291 - Leandro Smakovicz - 1 Volta
11) 40 - Victor Feltz - 1 Volta
12) 951 - Ariel Muller - 1 Volta
13) 575 - Nielsen Paraiso Bueno - 1 Volta
14) 41 - Gabriel Ferreira Montenegro - 1 Volta
15) 50 - Kaian Teixeira Evangelista - 1 Volta
16) 54 - Heinz Wynther Dollinger Chrispim - 1 Volta
17) 727 - Luiz Henrique Zimmermann - 2 Voltas
18) 554 - Eduardo Panerai de Lavi - 4 Voltas
19) 38 - Marcello Ferreira de Lima - 8 Voltas
20) 189 - Adam Braian Chatfield - 9 Voltas


Anderson Amaral



85cc

Anderson Amaral largou na frente e venceu a bateria da classe 85cc do início ao fim. Rodrigo Riffel foi o melhor catarinense da categoria, com a terceira colocação.

Resultado:
1) 4 - Anderson Pereira do Amaral - 26:01.660
2) 82 - Joao Pedro Pinho Ribeiro - 4.379
3) 500 - Rodrigo Jose Riffel - 43.422
4) 9 - Hallex Dalfovo - 1:09.238
5) 289 - Gabriel Dupont Carbonera - 1:14.213
6) 91 - Pedro Iglesias Godoy - 1:17.459
7) 45 - Cristian Scherer - 1:47.524
8) 160 - Guilherme Antonietti Zaparoli - 1:50.670
9) 199 - Kioman de Jesus - 1 Volta
10) 98 - Jose Brayan Padilha Soares - 1 Volta
11) 102 - Djalma Carvalho de Brito - 1 Volta
12) 71 - Matheus Galves de Souza - 1 Volta
13) 197 - Vinicius Rosa - 1 Volta
14) 88 - Luciano Oriano Junior - 1 Volta
15) 81 - Leonardo Seibert Limberger - 1 Volta
16) 150 - Daniel Reichhardt - 1 Volta
17) 80 - Eloi Cavalheiro Júnior - 2 Voltas
18) 75 - Leonardo Simas Machado - 3 Voltas


Carlos Eduardo Franco



Nacional 230cc

Carlos Eduardo Franco venceu a prova da categoria nacional 230cc e segue líder isolado do campeonato. Germano Vandressen ficou com a terceira colocação e foi o melhor catarinense da categoria.

Resultado:
1) 317 - Carlos Eduardo Mendes Franco - 20:50.950
2) 127 - Ismael da Costa Rojas - 11.768
3) 719 - Germano Hermesmeyer Vandresen - 19.147
4) 3 - Nivaldo Jose Viana - 33.062
5) 89 - Eduardo Rosing - 46.394
6) 262 - Vinícius Barbieri Nalin - 1:16.966
7) 147 - Anderson Alberton - 1:19.071
8) 200 - Ricardo Eucário Kades - 1:29.716
9) 53 - Felipe Alves Legarrea - 1:37.338
10) 727 - Jader Schmitz - 1:44.055
11) 890 - Rafael Espindola - 1:48.391
12) 96 - Rodrigo Lyncon Montagna - 1:52.594
13) 46 - Rony Peterson Gouveia - 1:56.208
14) 85 - Cassio Anacleto Espindola - 1:57.033


Adam Chatfield



MX2

Adam Chatfield foi o vencedor da categoria MX2. O inglês largou mal, mas veio se recuperando até chegar nos ponteiros e disputar a posição com Thales Vilardi, que largou na frente e permaneceu na ponta por mais da metade da prova, até sofrer uma queda e abandonar a corrida. Scott Simon ficou com a segunda posição e o catarinense Anderson Cidade com a terceira.

Resultado:
1) 189 - Adam Braian Chatfield - 35:03.909
2) 181 - Scott Bradley Simon - 2.941
3) 203 - Anderson Hauptli Cidade - 3.907
4) 38 - Marcello Ferreira de Lima - 40.513
5) 292 - Douglas Scartazzini Parise - 41.140
6) 338 - Eduardo Ferreira Lima - 41.699
7) 952 - Jose Felipe - 1:10.913
8) 544 - Marçal Muller - 1:15.275
9) 800 - Humberto Alejandro Martin Garaicoechea - 1:16.181
10) 291 - Leandro Smakovicz - 1:25.703
11) 41 - Gabriel Ferreira Montenegro - 1:52.578
12) 40 - Victor Feltz - 1 Volta
13) 69 - João Vinicius Gabriel Costa de Oliveira - 1 Volta
14) 211 - Tauan Henrique Brenner - 1 Volta
15) 55 - Luis Felipe Claudino - 2 Voltas
16) 122 - Tiago Hort - 2 Voltas
17) 361 - Maicon Frena - 2 Voltas
18) 175 - Venicio Voigt - 2 Voltas
19) 219 - Fernando Fraga - 2 Voltas
20) 205 - Cleber Neves - 3 Voltas
21) 111 - Gustavo Pereira do Amaral - 4 Voltas
22) 552 - Heitor Daniel Cardoso - 4 Voltas
23) 740 - Diego Rogerio Tavares - 4 Voltas
24) 832 - Mauriti Junior - 4 Voltas
25) 103 - Pablo Ricardo Sebben - 4 Voltas
26) 58 - Fabio Bortolotti Lobo - 5 Voltas
27) 25 - João Paulo Feltz - 6 Voltas
28) 29 - Gabriel Bitencourt Gentil - 7 Voltas
29) 12 - Thales Vilardi Felix da Silva - 9 Voltas


Kioman de Jesus



65cc
Kioman Munhoz venceu a categoria 65cc de ponta a ponta. José Brayan ficou com a terceira posição e o posto de melhor catarinense da categoria. Entre os dez primeiros, mais três pilotos do Estado: Arthur Todeschini, Leonardo de Souza e Wagner Oliveira.

Resultado:
1) 9 - Kioman de Jesus - 19:50.396
2) 18 - Djalma Carvalho de Brito - 19.705
3) 98 - Jose Brayan Padilha Soares - 23.058
4) 20 - Arthur Piva Todeschini - 43.081
5) 71 - Matheus Galves de Souza - 47.593
6) 10 - Daniel Reichhardt - 49.767
7) 919 - Gabriel Della Flora - 51.293
8) 31 - Guilherme Torres da Costa - 52.399
9) 145 - Leonardo de Souza - 1:28.890
10) 84 - Wagner da Silva Oliveira - 2:29.695
11) 72 - Joao Gabriel da Veiga - 2:35.837
12) 128 - Kaue Fabricio Marchel Vieira - 1 Volta
13) 136 - Monique Kathlen Soares de Camargo - 1 Volta
14) 333 - Bruno Andrade Couto - 1 Volta
15) 74 - Leonardo Simas Machado - 1 Volta
16) 94 - Mayrêe Ely Ribeiro(gauchinha) - 1 Volta


Nico Rocha



MX3
Davis Guimarães e Nico Rocha protagonizaram uma grande disputa pela vitória na categoria MX3. Davis que dominou todos os treinos da categoria largou na frente, mas teve a companhia de Nico durante toda a prova. Nico queria a primeira colocação a todo custo e começou a pressionar Davis. Os dois pilotos estavam andando praticamente colados até que na última curva da última volta Davis caiu e entregou a posição para Nico que vinha logo atrás. Richard Berois ficou com a quinta posição e foi o melhor catarinense na categoria.

Resultado:
1) 42 - Nicomedes Soares da Rocha Filho - 24:41.320
2) 187 - Davis Guimarães - 8.794
3) 575 - Nielsen Paraiso Bueno - 34.206
4) 31 - Willian Aparecido Alves Guimaraes - 55.922
5) 46 - Richard Gabriel Berois Bermudez - 1:09.858
6) 19 - Vagner Lachi - 1:23.349
7) 47 - Walter Sergio Tardin - 1:33.805
8) 48 - Erivelto Donizete Rossi Nicoladelli - 1:43.239
9) 17 - Alexandro Valerim Martins - 1:44.219
10) 33 - Marcelo Alan Agostini - 1 Volta
11) 216 - Leo Lopes - 1 Volta
12) 311 - Sandro de Souza Silveira - 1 Volta
13) 73 - Anisio Roberto Clasen - 1 Volta
14) 99 - Carlos Gustavo Kettermann - 1 Volta
15) 59 - Flavio Luiz Bueno Machado - 1 Volta
16) 76 - Dario de Oliveira Junior - 1 Volta
17) 158 - Sandro Botelho S. da Rosa - 1 Volta
18) 882 - Claudiney Jose Guasti - 2 Voltas
19) 433 - Mirko Andre dos Santos - 2 Voltas
20) 421 - Franco Fraccaroli - 2 Voltas
21) 712 - Adenir Gilvani da Veiga - 2 Voltas
22) 415 - Jaime Joel Flores - 4 Voltas

Apoio:

FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2015 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.