Federação Catarinense de Motociclismo

Catarinenses são destaque no
Rally dos Sertões 2020
Texto: Divulgação

O piloto Ricardo Martins, da Yamaha, foi o campeão geral das motos. O campeão assumiu a liderança da prova na segunda etapa, entre Brasília-DF e Minaçu-GO. Era a primeira parte da Etapa Maratona, realizada no dia 2 de novembro, e Ricardo optou por um pneu mais macio, diferente dos outros competidores. Com uma pilotagem agressiva e consistente, abriu vantagem de 9 minutos para seu principal oponente. Nos dias seguintes, manteve a tocada e administrou a margem até a vitória.

“Fiz um Sertões muito consistente. Não errei, não caí, andei em um ritmo rápido em todas as etapas, fruto de muito treinamento. Estou muito feliz com a vitória. Saiu um peso das minhas costas, eu precisava desta vitória. Vim preparado para lutar. Com a saída do Adrien (Metge), me senti ainda mais responsável pela vitória. Fomos fortes. A equipe toda lutou muito. Túlio, Luciano, Bruninho foram muito importantes, e todos do time fizeram o seu trabalho de forma excelente. Ganhamos em equipe. A Yamaha é a campeã! Funcionou tudo muito bem desde a moto, que chegou intacta ao box, que esteve sempre em perfeita harmonia”, expressa Ricardo Martins.


Ricardo Martins - FotoP

 

O piloto da Pro Tork, Rafael Espíndola foi outro destaque, terminando a competição como segundo colocado geral na categoria Brasil. “Muito feliz por conseguir concluir esta edição. Mesmo com uma série de problemas, como pane elétrica, roda traseira quebrada, mousse estragado, consegui ser consistente em todas as etapas e finalizar com o vice”, afirma.


Rafael Espíndola - FotoP

 

Nas UTVs, o navegador catarinense Ivo Mayer e o piloto Deninho Casarini, conquistaram pela primeira vez o título dos Sertões na categoria, a bordo do Can-Am Maverick X3. “A nossa estratégia foi apertar os pilotos da frente em todas as etapas, mas sem nunca chamar a responsabilidade do rali para nós. Preferi uma pilotagem mais consciente e cautelosa, mas acelerando até o fim. Perdemos uma vantagem de 30 minutos nessa etapa porque erramos uma parte do caminho, mas conseguimos retomar”, contou Deninho.


Deninho Casarini e Ivo Mayer - FotoP

 

*O conteúdo foi criado a partir das matérias dos sites da Yamaha, Pro Tork e Revista Zelo. 


 
 
 
FCM

Federação Catarinense de Motociclismo

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79
Capoeiras - Florianópolis - SC - 88070-220
Fone: (48) 3248-1950 Fax: 3348-8681
Email: fcm.sec@gmail.com

2001-2019 Todos os direitos reservados - Proibida reprodução do conteúdo sem autorização.